Cirurgia do Aparelho Digestivo
AGENDE UMA CONSULTA: (11) 2251-5622
Ligue Hoje: (11) 2251-5622
Rua Pamplona, 145, Conjunto 1801 - São Paulo, SP
Horário de Atendimento
Segunda à sexta das 08h às 20h

O que é diverticulite e por que acontece?

Dr. Guilherme Namur > Central Educativa > Blog > O que é diverticulite e por que acontece?

Você sabe o que é diverticulite? Este conteúdo foi preparado especialmente para aqueles que desejam saber as principais informações sobre esta complicação gastrointestinal que atinge mais de 150 mil brasileiros anualmente

A seguir, falaremos sobre os sintomas, causas e a diferença entre diverticulite e doença diverticular. Boa leitura!

O que é diverticulite?

Antes de tudo, para entendermos o que é diverticulite e como ela age no nosso intestino, é preciso compreender a existência dos divertículos. 

Os divertículos são pequenas saliências ou bolsas que podem ocorrer em qualquer parte do trato digestivo, mais comumente entre as fibras musculares das paredes do intestino grosso. O surgimento destes está diretamente relacionado ao menor consumo de fibras na alimentação diária

Desta forma, a diverticulite ocorre quando os divertículos inflamam ou infeccionam, podendo causar perfurações na parede intestinal, aumentando o risco dos resíduos “vazarem”. Esta é uma das complicações mais comuns da doença diverticular. 

Quando ocorre infecção, causada pela perfuração de um divertículo, denomina-se o quadro de diverticulite aguda. Caso essa infecção esteja retida apenas na região da perfuração, chama-se de diverticulite aguda não complicada. Já em uma situação um pouco mais grave, quando há abscesso ou peritonite, o caso é classificado como diverticulite aguda complicada. 

Entre os principais sintomas da diverticulite encontram-se: 

  • Dor abdominal do lado esquerdo;
  • Prisão de ventre;
  • Diarreia;
  • Sangue nas fezes;
  • Dificuldade para urinar;
  • Febre;
  • Náuseas e vômitos;
  • Fístulas;
  • Sangramentos.

Qual a diferença entre diverticulite e diverticulose (doença diverticular)? 

É preciso reforçar aqui a diferença entre a presença numerosa de divertículos no intestino grosso, que é chamada de diverticulose ou doença diverticular, e a inflamação dos divertículos, complicação que é denominada diverticulite. 

Enquanto a diverticulose atinge um número de pessoas muito maior, chegando a quase 50% da população a partir de 50 anos e a 100% dela aos 80 anos, a diverticulite limita-se a uma porcentagem muito menos significativa. 

A maioria dos pacientes que possuem diverticulose são assintomáticos. Uma parcela pequena deles apresenta dor abdominal e mudança no hábito intestinal, elevando o quadro para uma doença diverticular. Esses pacientes devem ser investigados e diagnosticados por um profissional da área para que seja possível fazer o tratamento adequado.

Qual a causa da diverticulite?

A causa da diverticulite é consequência do acúmulo de fezes nas bolsas e saliências, gerando a infecção e inflamação dos divertículos. 

Já a presença de divertículos é causada pela falta de fibras na dieta alimentar, pelo envelhecimento e perda de elasticidade da musculatura intestinal, pela predisposição genética e aumento da pressão no interior do cólon. 

É importante deixar claro que a diverticulite, que não está diretamente relacionada com o câncer de intestino, é uma complicação da doença diverticular e deve ser diagnosticada e tratada por um médico especialista. 

Caso note algum sintoma, busque um profissional qualificado o mais breve possível.  Acesse o blog para mais conteúdos e não deixe de me acompanhar pelo Instagram.

Deixe uma resposta

Abrir Whatsapp
1
Clínica em São Paulo: Agende Sua Consulta pelo Whatsapp.
Powered by